IMG 20150423 182945

Através do comunicado conjunto do Ministério da Administração Interna e do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e face às previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal no território do Continente, o Ministro da Administração Interna e o Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural assinaram hoje o Despacho que determina a Declaração da Situação de Alerta no período compreendido entre as 20h00 de hoje, dia 24 de maio, e as 23h59 do dia 30 de maio, para o território continental.

A declaração de situação de alerta resulta dos seguintes fatores:

- As informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) sobre as condições meteorológicas para a globalidade do território do Continente;

‐ O índice meteorológico de risco de incêndio florestal – FWI, calculado e disponibilizado pelo IPMA, é elevado para os próximos 6 dias;

‐ Os comunicados técnico‐operacionais emitidos pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) que determinam a passagem ao Estado de Alerta Especial Amarelo do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais nos distritos de Beja, Castelo Branco, Évora, Faro, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal;

‐ A necessidade de adotar medidas preventivas e especiais de reação face ao risco de incêndio.

As medidas de caráter excecional no âmbito da Situação de Alerta são:

- Elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP, com reforço de meios para operações de vigilância, fiscalização, patrulhamentos dissuasores de comportamentos e de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas;

- Proibição da realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração;

- Dispensa dos trabalhadores dos setores público e privado que desempenhem cumulativamente as funções de bombeiro voluntário, nos termos dos artigos 26.º e 26.º-A do Decreto-Lei n.º 241/2007;

- A emissão de Aviso à População pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil sobre o perigo de incêndio rural;

‐ A solicitação à Força Aérea, através do Ministério da Defesa Nacional, da disponibilização de meios aéreos para, se necessário, estarem operacionais nos CMA a determinar pela ANEPC;

- O imediato acionamento das estruturas de coordenação institucional territorialmente competentes (Centro de Coordenação Operacional Nacional e Centros de Coordenação Operacionais Distritais).

 foto2

De acordo com o comunicado Conjunto do Ministério da Administração Interna e do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, assinaram um despacho que proíbe a realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração entre 11 e 14 de maio de 2019, nos distritos de Beja, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal.


Para fazer frente a este cenário os Bombeiros da Barquinha reforçam desde já com uma equipa de apoio logístico conforme coordenação efectuada com o CDOS de Santarém, sendo a mesma composta por um veículo tanque táctico e respectivos operacionais. O comando vai ainda realizar uma análise da situação por forma a identificar a necessidade ou não de um maior reforço.

 
Para além deste reforço o corpo de bombeiros conta ainda com um dispositivo, na operação Fátima desde Hoje até segunda feira com 3 veículos onde se inclui os operacionais necessários à missão e os elementos de comando, esta missão anual organizada pela ANEPC CDOS de Santarém.

Foto1

A Banda de Música da Associação participou nas cerimónias evocativas do 25 de Abril que tiveram lugar no Município e que concidiram com o Dia de S. Jorge, uma atividade organizada pelo Corpo Nacional de Escutas, no Barquinha Parque.

25Abri2019 1

25Abri2019 2

25Abri2019 3

25Abri2019 4

 

Se uma mãe já merece todo o nosso carinho e reconhecimento, uma mãe que é simultaneamente bombeira é incomensurável. Às Bombeiras da corporação de Bombeiros de Vila Nova da Barquinha, às Bombeiras de todas as corporações do país, especialmente a todas as que são mães, os vossos filhos agradecem duplamente! Obrigado por serem Bombeiras. Obrigado por serem mães. Um felliz dia da mãe!

bombeiros elodie ribeiro leiria1283c3eb base

Foto: Elsa Araújo Rodrigues, Fonte: RR/SAPO

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha está, 24 horas por dia, disponível para o ajudar.

bombeirospascoa